quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Lembranças, que não voltam mais.

Sinto muito a sua falta. Era tão bom estar junto de ti, te ver sorrir, te fazer sorrir, te fazer feliz. Hoje, sem você, sinto que falta um pedaço de mim. Nada é mais igual. Fico horas e horas pensando daquelas nossas tardes juntas, na bagunça no shopping, nas brincadeiras ridículas, nas implicâncias, nas festas, nas dores compartilhadas, nas alegrias compartilhadas, nas juras de amor e companheirismo eterno... Por que tem que ser assim? Por que logo com nós? A saudade vai apertando cada vez mais, e vai acabando comigo aos poucos... Você foi a parte mais linda da minha vida, você coloria meus dias preto e branco, você me dava seu sorriso, me dava sua felicidade. Você se tornou inesquecível em mim. Talvez um dia eu supere a dor de te perder, mas jamais deixarei de te amar. E cada vez mais vai confirmando a frase de quem inventou a saudade, não sabia o que era amor.

créditos: p.a.

Nenhum comentário:

Postar um comentário